0%

Blog

21/05

Inteligência Artificial na segurança da informação

Que a Inteligência Artificial (IA) e a Machine Learning estão cada vez mais presentes nas vidas das pessoas é um fato. Hoje em dia, a IA pode ser encontrada em carros inteligentes, onde os mesmos são capazes de identificar os padrões de comportamento e os interesses dos donos, além disso também pode ser vista na personalização do marketing digital, que permite que um produto pesquisado em uma loja online apareça magicamente em várias páginas da próxima navegação do internauta.

Porém o que nem todos sabem é que este tipo de tecnologia se torna cada vez mais importante para a segurança da informação, principalmente em ambientes empresariais.

Segundo o Relatório Anual de Cibersegurança da Cisco, 34% dos profissionais de segurança dependem de Machine Learning para uma segurança mais simples e automatizada, isto também se deve ao fato de que os hackers estão utilizando novas técnicas para encriptar malware, para que arquivos maliciosos não sejam detectados na rede. Sendo assim, é fundamental a atualização das empresas para esse tipo de tecnologia.

A utilização de Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning em softwares de segurança é muito importante, mas não é apenas isto que fará com que todos os tipos de malware sejam detectados. Os profissionais de TI devem ter conhecimento que é preciso ter estratégias de segurança integradas, que combinem soluções, práticas e políticas para proteger efetivamente seus ambientes. O mesmo vale para essas novas soluções – elas precisam ser incorporadas à estratégia de negócios.

Atualmente existem diversas ferramentas que quando integradas com a Inteligência Artificial podem salvar os dados e informações dos ambientes organizacionais, algumas destas são softwares para controle e segurança da internet , que contam com funcionalidades como a de firewall, onde são aplicados filtros por portas e aplicativos que possibilitam determinar, exatamente, quais programas do seu computador podem ter acesso ao link de internet ou não. As portas de comunicação também podem ser controladas da mesma maneira, permitindo que as portas mais visadas pelos malware sejam bloqueadas totalmente.

Conforme mencionado anteriormente, da mesma forma que as empresas estão buscando estas novas formas de se proteger os cibercriminosos também estão se atualizando, por isso é imprescindível que as organizações que estão em busca dessas tecnologias pensem bem antes de contratar uma solução definitiva.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre esse assunto? Então não se esqueça de assinar nossa newsletter para receber mais informações como esta e curtir nossa página no Facebook e Instagram!